Tratamentos alternativos para a menopausa

Toda mulher em determinada fase de sua vida irá atingir um climatério, cheio de sintomas e desconfortos que acontecem assim que o ciclo menstrual passa a não mais fazer parte da vida dela. Estamos falando da menopausa, que caracteriza a falta de menstruação. Nesse período, as funções do ovário são reduzidas, e os ciclos de menstruação começam a se tornar extensos até que não existam mais. Não existe como regra uma idade específica para que a menopausa aconteça, isso vai depender de cada pessoa.

Os sintomas da menopausa são bastante desconfortáveis, e embora algumas mulheres não os desenvolva, o ginecologista deve ser consultado para te ajudar a concluir se você de fato está ou não na menopausa.

Estando confirmado o seu novo ciclo de vida, e desenvolvendo os sintomas, será sugerido que você passe pelo tratamento de reposição hormonal, que é elaborado para repor os hormônios que estão faltando e fazendo você passar por sintomas como: falta de lubrificação vaginal, falta de libido, insônia, sudorese à noite, depressão e ondas de muito calor.

Algumas mulheres, possuem alguns fatores que não as permite fazer a reposição de hormônios. Por exemplo mulheres que tiveram ou têm câncer de mama, problemas de funcionamento do fígado, problemas cardíacos entre outros. Para essas pessoas existem os tratamentos alternativos com a indicação de medicamentos sem hormônio em suas fórmulas como o Max Amora. Os antidepressivos são exemplos desses medicamentos que irão tratar um sintoma específico, o mesmo acontecerá com os demais sintomas que a paciente apresentar.

Outras soluções são os tratamentos alternativos, como a homeopatia, onde o tratamento é exclusivamente para cada caso individual, onde o médico vai identificar os sintomas de cada mulher, para definir as medicações, a base de extratos e ervas que substituirão, os remédios à base de hormônios, e definirão a fórmula homeopática para os sintomas apontados.

A acupuntura é outro método adotado como tratamento alternativo para a menopausa. A técnica chinesa promete estimular alguns pontos do corpo, com a finalidade de sanar, manusear e recuperar a saúde. Os pontos de estimulação durante os procedimentos com a inserção de agulhas, vai variar de acordo com mulher, e o sintoma que ela apresenta.

A fitoterapia é nada mais que o uso das plantas para se medicar. Os extratos de algumas dessas plantas, como o trevo vermelho, melissa e a cimicifuga podem ajudar porque agem como hormônios em nosso organismo. No caso da melissa, pode ser utilizada como tranquilizante natural para quem esteja apresentando insônia e ansiedade como sintomas.

É certo que os tratamentos alternativos são válidos e sobretudo são funcionais. Mas vale lembrar que estar em dia com as consultas ginecológicas, não dependem de estar ou não menstruando. O acompanhamento deve ser feito por um médico, a quem você consultar regularmente.

Mais informação em http://alivioparamenopausa.com.br/

Parar de comer para emagrecer?

Se você quer emagrecer precisa parar de comer…Eu tenho certeza que você já ouviu isto por aí da boca de diversos “especialistas” não é mesmo? Se fosse simples assim todo mundo conseguiria emagrecer com facilidade, mas as coisas não funcionam assim, na verdade se você ficar sem comer por muito tempo vai ser mais difícil de perder peso e mesmo que consiga vai ser prejudicial pois pode consumir sua massa magra, ou seja, os músculos em vez das gorduras.

E vamos ser sinceros, que mania chata é esta das pessoas acharem que para algo melhorar em suas vidas precisam abrir mão de algo que gostam, se a vida não puder ser vivida da melhor forma possível do que adianta todo o resto? Quem você acha que é mais feliz, uma mulher que só come verduras e outras coisas sem nunca se deixar aproveitar de um sorvete ou doce, ou uma mulher que não comete exageros mas que quando tem vontade come doces, sorvetes e outras coisas gostosas?

A regra é simples, para ser feliz basta fazer as coisas boas, mas sem excesso e isto vale para alimentação também, nada te impede de comer um chocolate a coisa fica ruim pro seu lado apenas quando você come chocolates todos os dias ou até mais de um por dia, o excesso é o vilão e não as comidas…

O mesmo vale para tudo na vida, os “super saudáveis” insistem que você precisa acordar cedo todos os dias, fazer caminhadas pela manhã que dormir em excesso faz mal, etc…Mas aqui vale a mesma regra, se você acordar tarde todos os dias obviamente não vai ser bom, mas se não se permitir dormir  um pouco mais até a tarde em um ou dois dias por semana isto também é ruim..

Voltando ao assunto principal do artigo, se você quer emagrecer não precisa parar de comer ou fazer dietas radicais, basta comer um pouco menos, junto com isto fazer um pouco de atividade física, que pode ser algo feito até mesmo na sua casa e alguns emagrecedores naturais como o Liponatu ajudam bastante também, vale a pena fazer usos deles..

Você não precisa sofrer para perder peso, conheço pessoas que fizeram coisas simples como parar de comprar refrigerante em suas casas, porém estas pessoas ao mesmo tempo quando estão numa festa de fim de semana se dão ao direito de pelo menos ali tomar um copo ou outro e isto tem funcionado muito melhor do que ser totalmente radical…

Isto acontece porque ninguém consegue ter uma atitude alimentar radical por muito tempo e com isto um dia cai em tentação e come ou bebe pra caramba acabando com todo progresso que levou tempos para conseguir, por isto poucos conseguem de fato emagrecer e se manter magros, ou seja, ser moderado, tendo pequenas atitudes saudáveis no dia a dia ajudam muito mais na perda de peso de forma natural.

O que não vale a pena é deixar de ser feliz para querer emagrecer e a felicidade, bem ela está nas coisas simples da vida que muitos querem tirar de você: