Tratamentos alternativos para a menopausa

Toda mulher em determinada fase de sua vida irá atingir um climatério, cheio de sintomas e desconfortos que acontecem assim que o ciclo menstrual passa a não mais fazer parte da vida dela. Estamos falando da menopausa, que caracteriza a falta de menstruação. Nesse período, as funções do ovário são reduzidas, e os ciclos de menstruação começam a se tornar extensos até que não existam mais. Não existe como regra uma idade específica para que a menopausa aconteça, isso vai depender de cada pessoa.

Os sintomas da menopausa são bastante desconfortáveis, e embora algumas mulheres não os desenvolva, o ginecologista deve ser consultado para te ajudar a concluir se você de fato está ou não na menopausa.

Estando confirmado o seu novo ciclo de vida, e desenvolvendo os sintomas, será sugerido que você passe pelo tratamento de reposição hormonal, que é elaborado para repor os hormônios que estão faltando e fazendo você passar por sintomas como: falta de lubrificação vaginal, falta de libido, insônia, sudorese à noite, depressão e ondas de muito calor.

Algumas mulheres, possuem alguns fatores que não as permite fazer a reposição de hormônios. Por exemplo mulheres que tiveram ou têm câncer de mama, problemas de funcionamento do fígado, problemas cardíacos entre outros. Para essas pessoas existem os tratamentos alternativos com a indicação de medicamentos sem hormônio em suas fórmulas como o Max Amora. Os antidepressivos são exemplos desses medicamentos que irão tratar um sintoma específico, o mesmo acontecerá com os demais sintomas que a paciente apresentar.

Outras soluções são os tratamentos alternativos, como a homeopatia, onde o tratamento é exclusivamente para cada caso individual, onde o médico vai identificar os sintomas de cada mulher, para definir as medicações, a base de extratos e ervas que substituirão, os remédios à base de hormônios, e definirão a fórmula homeopática para os sintomas apontados.

A acupuntura é outro método adotado como tratamento alternativo para a menopausa. A técnica chinesa promete estimular alguns pontos do corpo, com a finalidade de sanar, manusear e recuperar a saúde. Os pontos de estimulação durante os procedimentos com a inserção de agulhas, vai variar de acordo com mulher, e o sintoma que ela apresenta.

A fitoterapia é nada mais que o uso das plantas para se medicar. Os extratos de algumas dessas plantas, como o trevo vermelho, melissa e a cimicifuga podem ajudar porque agem como hormônios em nosso organismo. No caso da melissa, pode ser utilizada como tranquilizante natural para quem esteja apresentando insônia e ansiedade como sintomas.

É certo que os tratamentos alternativos são válidos e sobretudo são funcionais. Mas vale lembrar que estar em dia com as consultas ginecológicas, não dependem de estar ou não menstruando. O acompanhamento deve ser feito por um médico, a quem você consultar regularmente.

Mais informação em http://alivioparamenopausa.com.br/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *